Práticas transnacionais em um entreposto comercial da “Rota da Seda”1: argelinos e egípcios em Yiwu (China)

Said Belguidoum, Olivier Pliez

Resumo


Yiwu é um dos mais importantes mercados atacadistas do mundo. Aomesmo tempo um distrito industrial e um bairro urbano cosmopolita. Esta cidadeda província de Zhejiang, três horas distante de trem de Shangai, se consolidoudepois dos anos 2000 como uma das principais praças de saída para as“novas rotas da seda” fornecedoras de small commodities para grande parte domercado mundial. Este artigo tem como objetivo compreender melhor comoa partir destas rotas foi possível se estabelecer na Argélia e no Egito mercadoscom influência nacional e com conexões internacionais, e como se consolidamestes entrepostos transnacionais e a presença desses comerciantes, donos derestaurantes, tradutores, compradores e migrantes árabes. Esta é uma mundializaçãoinformal, porém poderosa, que se desenha e insere a África do Norte nasredes globais do comércio transnacional.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Semestral do Departamento e do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UFSCar

INSS Impresso: 2236-532X
ISSN Eletrônico: 2316-1329

Endereço Postal:

Contemporânea - Revista de Sociologia da UFSCar

Departamento de Sociologia - UFSCar

Rod. Washington Luís, Km 235 Cx. Postal 675

São Carlos - SP 13.565-905