Biographisation de l'enfance à l’ère numérique. Les fêtes prénatales, nouveaux ressorts de l’intensité émotionnelle de l’enfance

Autores

  • Veronique Francis

Resumo

O processo de biografização da primeira infância conheceu várias impulsões, e as narrativas de nascimento contribuíram significativamente para a afirmação da singularidade do indivíduo, do casal parental e da família. Este movimento se inscreve na intersecção de diversas esferas de influências, em particular, nas esferas sócio-sanitárias, escolares e de mercado. Nos últimos anos, no contexto francês, uma nova tendência se desenha. Ela afirma o lugar das festas pré-natais que aparecem como um novo segmento da narrativa biográfica. Esses acontecimentos de caráter festivos e lúdicos aparecem como momentos de sociabilidade feminina, onde os participantes exploram coletivamente, por meio de diferentes jogos e atividades, uma imersão no mundo da pequena infância.De natureza qualitativa, o estudo no qual este texto se baseia combina uma exploração da blogosfera parental - sites on line e blogs realizados pelos pais - e a análise de entrevistas realizadas com mulheres jovens. Quais são as características das festas pré-natais? Quais os sentidos revestem essas práticas? Os resultados mostram à proximidade dessas atividades com àquelas que são compartilhadas e que pontuam as festas infantis de aniversário: jogos, degustações, atividades de lazeres criativos. O patrimônio musical que é mobilizada também se refere igualmente às culturas infantis. Marcadas por uma certa intensidade emocional associada à memória da infância, essas festas pré-natais podem ser abordadas como momentos de passagem que revisitam rituais. Palavras-chave: festas pré-natais, sociologia da infância, narrativa biográfica, estudo qualitativo, França 

Biografia do Autor

Veronique Francis

Professora.

Downloads

Publicado

2018-12-19